Após a leitura, classificarei os livros assim:
Péssimo [0] Ruim [*] Regular [**] Bom [***] Muito Bom [****] Excelente [*****]

FAHRENHEIT 451 - Relido - (***)



Ray Bradbury
Ed. Globo

"Fahrenheit 451, editado em 1953, pinta um futuro sombrio para a história, quando todos os livros foram proibidos e eram queimados. Atualíssimo e premonitório de nossa época, denuncia como os meios de comunicação, em especial a TV, podem manipular o pensamento e os sentimentos dos telespectadores, criar fatos e gerar guerras" (Sinopse da 4a. Capa).

A Bíblia e a Ciência Moderna (***)



Henry M. Morris

Editora Batista Regular - ESGOTADO! - www.editorabatistaregular.com.br

"O propósito deste livro, dito de modo franco e sem apologias, é conquistar pessoas para a fé genuína em Jesus Cristo como o eterno Filho de Deus, e na Bíblia como a Palavra de Deus, bem como ajudar a fortalecer a fé daqueles que já creram.
A fé cristã não está fundada sobre pensamentos tendendiosos ou sobre cega acolhida do que diz a tradição; antes, porém, sobre um tremendo acúmulo de evidência real e objetiva.
O alvo deste pequeno livro é apresentar, de forma sumarizada, algo dessa evidência, bem como responder às objeções mais freqüentemente levantadas contra o Cristianismo Bíblico.
Temas Abordados:
A ciência Moderna na Bíblia
A Teoria da Evolução
A Ciência Moderna e o Dilúvio
A Bíblia e a História
Profecias Cumpridas e Evidências Internas" (Antiga sinopse da Editora)

Cristianismo e Liberalismo (****)



J. Gresham Machen

Editora Os Puritanos - www.puritanos.com.br

"O liberalismo representa a fé na humanidade, ao passo que o cristianismo representa a fé em Deus. O primeiro é não-sobrenatural, o último é absolutamente sobrenatural. Um é a religião da moralidade pessoal e social, o outro, contudo, é a religião do socorro divino. Enquanto um tropeça sobre a “rocha de escândalo” o outro defende a singularidade de Jesus Cristo. Um é inimigo da doutrina, ao passo que o outro se gloria nas verdades imutáveis que repousam no próprio caráter e autoridade de Deus". (Sinopse da Editora)

Teologia do Antigo Testamento [***]


Walter C. Kaiser Jr.
"Nesta Teologia do Antigo Testamento o autor aceita a autoridade e a integridade da Bíblia e nela procura o tema central, em torno do qual é organizada. Parte da premissa que esse tema organizador é a promessa de Deus.A partir dessa tese, analisa o texto sagrado segundo suas divisões cronológicas, relacionando o tema da promessa a cada época. Na última seção, examina as relações existentes entre a teologia do Antigo Testamento e a do Novo Testamento" (Sinopse da Editora).