Após a leitura, classificarei os livros assim:
Péssimo [0] Ruim [*] Regular [**] Bom [***] Muito Bom [****] Excelente [*****]

Os Milagres de Jesus [***]



Simon J. Kistemaker
224 páginas

Nós ouvimos as histórias sobre Jesus aclamando a tempestade, alimentando os cinco mil, e curando os cegos. Mas elas podem parecer tão distantes de nossa experiência em seguir Jesus hoje. Como teria sido testemunhar esses eventos em primeira mão?
 
Simon Kistemaker nos ajuda a olhar mais de perto os milagres de Jesus para entender melhor o propósito por trás de cada um. Pela apresentação cuidadosa do cenário cultural, do simbolismo e das ligações com o Antigo Testamento, Kistemaker nos mostra como esses milagres se relacionam com o modo como você segue a Jesus. O resultado é uma viagem exploratória detalhada que aprofundará seu entendimento dos feitos miraculosos de Jesus.


"Eu amo o modo claro, simples, mas de profundo discernimento com que Simon Kistemaker explora os milagres de Jesus. O livro é um estudo rico e recompensador de todos os sinais e maravilhas de maior vulto registrado nos Evangelhos. Esses eventos iluminam nosso entendimento da vida e obra terrena do Salvador; e revelam sua verdadeira glória, de maneira única e muito forte."
John MacArthur
Autor de vários livros e presidente da Grace to You 



"Que livro maravilhoso! Venho lendo Os milagres de Jesus devocionalmente ele tem alimentado minha alma e minha mente. Se você nunca estudou os milagres de Jesus, seja tomado de admiração pelo seu poder; e alegre-se no que Jesus faz para os seus; este é o lugar onde começar: Leia-o! Você ficará muito feliz por ter feito isso."
Steve Brown
Autor de livros, presidente do programa de rádio Key Life e professor do Reformed Theological Seminary, em Orlando, Florida



Simon J. Kistemaker é professor emérito de Novo Testamento no Reformed Theological Seminary em Orlando, Flórida e autor de numerosos comentários e estudos.

2 comentários:

Jorge Fernandes Isah disse...

Os Milagres de Jesus é um livro devocional. E, a partir dos relatos dos Evangelhos, o autor divide os milagres de Cristo em grupos:
1)Os milagres na natureza;
2)Doentes curados;
3)Ouvidos para ouvir;
4)Expulsão de demônios;
5)Ressurreição dos mortos;
6)Restauração da visão;
7)Cura de leprosos;
8)Os coxos andam novamente;
9)Milagres e Jesus;
10)Cura pela fé.

Os itens de 1 a 8 se referem aos milagres que o Senhor operou na natureza, controlando-a, submetendo-a ao Seu jugo; e os milagres físicos e espirituais, como a cura de enfermos, a ressurreição de mortos e expulsão de demônios.

No item 9, vemos os milagres através na vida do homem Jesus, como o seu nascimento virginal, a transfiguração, a ressurreição dos mortos, a ascensão aos céus.

No item 10, há dois relatos de cura pela fé.

Os capítulos são divididos em três:
1)a descrição do milagre (a narrativa bíblica);
2)o resultado, ou reflexão sobre o milagre (a visão do autor);
3)pontos a ponderar, onde o autor tira conclusões a partir dos milagres (explícitas e implícitas ao texto bíblico).

Quando comecei a leitura, pensei em abandoná-la, pois, a abordagem da obra sugeria uma questão teológica, no sentido de averiguar e explicar os milagres a partir do relato bíblico, mas com suas implicações teológicas e filosóficas (externas à Bíblia); e o que tinha era uma cópia do relato bíblico, com ponderações internas e devocionais.

Ainda pensei: para isso, não preciso lê-lo, basta que eu pegue a minha Bíblia e faça a leitura no original.

Mas, graças a Deus, optei por continuar a leitura por alguns motivos:
a)tenho lido muito material teológico e filosófico; e creio que Deus me fez comprar esse livro para que eu dê mais atenção ao valor espiritual e não apenas racional da Escritura;

b)glorificar a Cristo, ao ler de forma compacta e sucessiva os milagres que foram relatados pelos evangelistas;

c)dar mais atenção ao texto bíblico propriamente dito, não como o complemento ao argumento racional e intelectual, mas como a origem, a fonte da argumentação, deixando de ser secundário para ser o primário, essencial.

d)dedicar-me mais à leitura bíblica, a qual vinha negligenciando parcialmente.

e)entender que o Cristianismo sem Cristo é nada mais, nada menos, do que nada (desculpe a redundância). E, portanto, tudo o que se refere ao Senhor jamais pode ser desprezado, ainda que os argumentos sejam aparentemente relevantes, como a necessidade de se entender determinada área do conhecimento a fim de poder melhor aplicar a fé cristã.

Por essas e outras, é que estou lendo "Os Milagres de Jesus", certo de que o livro cumprirá em minha vida o propósito divino. E, assim, eu possa reverenciá-lo e glorificá-lo através dos infinitos milagres de Jesus, os quais, como João disse, se fossem todos relatados, não haveriam livros suficientes no mundo para contê-los.

A Ele, o Deus eterno e Senhor, toda a glória!

Alexandre Pitante disse...

Paz,

Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus lhe continue abençoando poderosamente.

Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

Siga-nos também.

Fica com Deus.
Um abraço, Alexandre Pitante.